Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40071
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_FernandaStheffaneRibeirodosSantos.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estado capitalista dependente e práticas de corrupção no Brasil
Authors: Santos, Fernanda Stheffane Ribeiro dos
Orientador(es):: Carvalho, Denise Bomtempo Birche de
Assunto:: Corrupção
Estado capitalista dependente
Interesse público
Issue Date: 16-Feb-2021
Citation: SANTOS, Fernanda Stheffane Ribeiro dos. Estado capitalista dependente e práticas de corrupção no Brasil. 2020. 107 f., il. Dissertação (Mestrado em Política Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: A corrupção é um tema presente na sociedade brasileira e desde a década de 1950 presente no debate acadêmico. O Estado Capitalista Dependente compreendido a partir da Teoria Marxista da Dependência é uma categoria de análise retomada há alguns anos, após algumas décadas de esquecimento. Este trabalho se debruça sobre os dois temas em busca de estabelecer as relações presentes. O objetivo geral é analisar a relação entre Estado Capitalista Dependente e práticas de corrupção, a luz da Teoria Marxista da Dependência, tendo como base empírica a experiência brasileira, percorrendo os séculos XIX, XX e XXI. Os específicos são: analisar as concepções conflitantes acerca da corrupção, evidenciando sua oposição ao interesse público; compreender o debate entre teorias cepalina e marxista sobre Estado Capitalista Dependente na América Latina e no Brasil e analisar as especificidades do Estado Brasileiro de capitalismo dependente que contribuem para a conformação de práticas corruptas. A pesquisa é de natureza qualitativa, está amparada em pesquisa bibliográfica e documental por meio de levantamento de arquivos da Cepal disponíveis ao público. O estudo demonstrou que a noção de corrupção está intimamente ligada à oposição ao interesse público, sendo comumente delimitada por meio de dispositivos legais. No entanto, amparada no mesmo pressuposto de oposição ao interesse público é possível alargar tal concepção. As considerações sobre o estudo permitem verificar uma forte tendência do uso da corrupção como impeditiva do desenvolvimento econômico e social do país, desconsiderando as leis e tendências do capitalismo dependente verificado no país. A centralidade do discurso anticorrupção constitui um fruto dessa concepção de que as práticas corruptas são a grande mazela do país.
Abstract: ABSTRACT:Corruption is a theme present in Brazilian society and has been present in academic debate since the 1950s. The Dependent Capitalist State understood from the Marxist Theory of Dependence is a category of analysis resumed some years ago, after some decades of oblivion. This work focuses on the two themes in search of establishing the present relations. The general objective is to analyze the relationship between the Capitalist Dependent State and practices of corruption, in the light of the Marxist Theory of Dependence, having as its empirical basis the Brazilian experience, covering the 19th, 20th, and 21st centuries. The specific ones are: to analyze the conflicting conceptions about corruption, evidencing its opposition to public interest; to understand the debate between cepaline and Marxist theories about a Dependent Capitalist State in Latin America and in Brazil and to analyze the specificities of the Brazilian State of Dependent Capitalism that contribute to the shaping of corrupt practices. The research is of a qualitative nature and is supported by bibliographical and documentary research through a survey of ECLAC archives available to the public. The study demonstrated that the notion of corruption is closely linked to opposition to the public interest and is commonly delimited by means of legal provisions. However, under the same assumption of opposition to the public interest, it is possible to extend this concept. The study's considerations make it possible to verify a strong tendency to use corruption as an impediment to the economic and social development of the country, disregarding the laws and tendencies of dependent capitalism verified in the country. The centrality of the anti-corruption discourse is a fruit of this conception that corrupt practices are the great evil of the country.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SER - Mestrado em Política Social (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40071/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.