Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35036
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_VanessaOrtizPiedrahita.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open
Title: La construcción identitaria de la blanquitud : sentidos y experiencias de jóvenes universitarios de clase media de Brasilia y Medellín
Other Titles: A construção identitária da branquidade : sentidos e experiências de jovens universitários de classe média de Brasília e Medellín
The construction of the white identity : senses and experiences of young middle class university students from Brasília and Medellín
Authors: Ortiz Piedrahita, Vanessa
Orientador(es):: Tavolaro, Lilia Gonçalves Magalhães
Assunto:: Relações raciais
Representações sociais
Identidade étnica
Multiculturalismo
Estudantes universitários
Relações étnico-raciais
Issue Date: 11-Jul-2019
Citation: ORTIZ PIEDRAHITA, Vanessa. La construcción identitaria de la blanquitud: sentidos y experiencias de jóvenes universitarios de clase media de Brasilia y Medellín. 2018. 187 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A presente investigação faz parte dos estudos da branquitude no contexto multicultural contemporâneo. Com base nos discursos e práticas de jovens estudantes da Universidade de Antioquia (Colômbia) e da Universidade de Brasília (Brasil), descreve-se os sentidos e significados que eles elaboram sobre suas condições raciais e étnicas. Em outras palavras, este documento centra-se na identidade e a construção subjetiva da branquitude, com base em categorias que se cruzam como classe social, etnia e raça. Especificamente, utilizou-se uma abordagem metodológica comparativa qualitativa no campo das ciências sociais. Através de entrevistas em profundidade e observações de campo, foi possível captar o universo significativo de um grupo de jovens que estudam em instituições de ensino superior impactadas nos últimos anos por políticas de ações afirmativas que trazem à tona a questão racial e problematiza categorias até então tomadas por certo como a branquitude hegemônica e colonial. Finalmente, são apresentadas algumas reflexões e conclusões sobre o processo performativo e às vezes contraditórias que implica reconhecer-se através dos valores da branquitude crítica, acrítica ou mestiça em espaços acadêmicos e extra-curriculares.
Abstract: This research is part of the whiteness studies in the multicultural and contemporary context. Based on speeches and practices by young students in the University of Antioquia (Colombia) and the University of Brasilia (Brasil), this paper aims to reflect the meanings that the students elaborate about their racial and ethnic condition. In other words, the focus of analysis is the construction of the white identity, through interrelated categories as social class, ethnicity and race. Specifically, a qualitative-comparative methodological approach was used in the field of social sciences. Through in-depth interviews and field observations, it was possible to capture the significant universe of a group of young people who study in institutions of higher education, impacted in the last years by affirmative actions, that discuss the racial question and in addition they problematize categories that had until then been naturalized as the whiteness hegemonic and colonial . Finally, it is presented some reflections and conclusions about the performative and sometimes contradictory process that implies recognizing through the values of critical, uncritical or mestizo whiteness in the academic and extra curricular spaces.
Resumen: La presente investigación se inscribe dentro de los estudios de la blanquitud en el contexto multicultural contemporáneo. A partir de discursos y prácticas de jóvenes estudiantes de la universidad de Antioquia (Colombia) y de la universidad de Brasilia (Brasil), se describe e interpreta los sentidos y significados que estos elaboran sobre su condición racial y étnica. En otras palabras, en este documento se estudia, la construcción identitaria y subjetiva de la blanquitud, a partir de categorías que se entrecruzan como la clase social, la etnicidad y la raza. Específicamente se utilizó un abordaje metodológico cualitativo-comparativo en el campo de las ciencias sociales. A través de entrevistas en profundidad y observaciones de campo, se logró captar el universo significativo de un grupo de jóvenes que estudian en instituciones de educación superior, impactadas en los últimos años por políticas o acciones afirmativas, que traen a colación la cuestión racial y además problematizan categorías que hasta entonces se habían naturalizado como la blanquitud hegemónica y colonial. Finalmente, se presentan algunas reflexiones y conclusiones sobre el proceso performativo y a veces contradictorio que implica el reconocerse a través de los valores de la blanquitud crítica, acrítica o mestiza en espacios tanto académicos como extra curriculares.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:ELA - Doutorado em Estudos Comparados sobre as Américas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35036/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.