Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/44426
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2022_SilviaNaaradaSilvaPintodeOliveira.pdf2,61 MBAdobe PDFView/Open
Title: Autoetnografias de mulheres da licenciatura em educação do campo FUP/UnB : letramentos, resistência e inclusão
Authors: Oliveira, Silvia Naara da Silva Pinto de
metadata.dc.contributor.email: silvia.naara@hotmail.com
Orientador(es):: Sousa, Rosineide Magalhães de
Assunto:: Autoetnografia
Letramento
Gêneros discursivos
Issue Date: 6-Jul-2022
Citation: OLIVEIRA, Silvia Naara da Silva Pinto de. Autoetnografias de mulheres da licenciatura em educação do campo FUP/UnB: letramentos, resistência e inclusão. 2022. 218 f., il. Tese (Doutorado em Linguística) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.
Abstract: Esta tese tem como objetivo principal identificar no gênero autoetnografia de mulheres egressas da LEdoC o empoderamento feminino em seus diversos domínios sociais após o letramento acadêmico na universidade. Os objetivos específicos do trabalho são investigar como os letramentos múltiplos, principalmente os acadêmicos, serviram para empoderar mulheres a atuar em diversos domínios sociais, analisar, por meio de gêneros discursivos produzidos por essas mulheres como ocorre a interação delas com a família e em outros domínios sociais depois da conclusão da LEdoC e compreender como o gênero autoetnografia revela os vários percursos de letramento pelos quais as egressas da LEdoC passaram. A pesquisa, de cunho qualitativo e interpretativista, conta como métodos de investigação a metodologia da análise das narrativas autoetnográficas, a observação e coparticipação em momentos de interação no espaço acadêmico na Universidade de Brasília, e fora dele, em momentos de interação em entrevistas semiestruturadas mediadas pela internet. As bases teóricas que fundamentam esse estudo são as que constroem conhecimentos na área da Sociolinguística Interacional, de acordo com os pressupostos de Goffman (2013a; 2013b), Bortoni-Ricardo (2004; 2014) e outros estudiosos; dos Letramentos na abordagem de Street (2014), Kleiman (1995), Kalantzis, Cope e Pinheiro (2020) e da análise dos Gêneros Discursivos na perspectiva de Bakhtin (2003; 2016). Este trabalho contribui para o debate em torno das relações de gênero e os letramentos, numa perspectiva sociointeracional das interações. A pesquisa reflete sobre os discursos de resistência e inclusão das colaboradoras do trabalho, fortalecendo seus atos de resiliência
Abstract: This paper aims to investigate and analyze as self-narratives - oral or written - of the woman graduating from the Licensed Rural Education (Ledoc) course as social and literacy representations. The specific objectives of this work are to investigate how multiple literacy, mainly academic, served to women with performance in various social domains, to analyze, through narratives of these women, how their interaction with family and other social groups occurs after the conclusion of the study. Ledoc and understanding how the auto ethnography genre reveals the various reading paths through which they are graduates of LEdoC Past. Qualified and interpretative research includes research methods, autobiographical narrative analysis, observation and coparticipation in moments of interaction in the academic space at the University of Brasilia, and for example, in moments of interaction with the community in which women are involved and inserted. The theoretical bases that underlie this study are those that build knowledge in the area of Literacy (STREET, 2014; KLEIMAN, 1995; KALANTZIS; COPE; PINHEIRO, 2020), Discursive Genre analysis (BAKHTIN, 2003; 2016) and Interactional Sociolinguistics (GOFFMAN, 2013a; 2013b; BORTONIRICARDO, 2004; 2014) and others authors. This paper contributes to the debate around gender relations and literacies, in a socio-interactional perspective of interactions. The research reflects on the speeches of resistance and inclusion of the collaborators strengthening their acts of resilience.
Description: Tese (doutorado) — Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2022.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:LIP - Doutorado em Linguística (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/44426/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.