Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/43814
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2021_CarolinaMatosdePaulaFélix.pdf1,87 MBAdobe PDFView/Open
Title: O corpo em movimento da clínica à dança : intersecções entre a teoria psicanalítica e a técnica Klauss Vianna
Authors: Félix, Carolina Matos de Paula
metadata.dc.contributor.email: carolina.matos.felix@gmail.com
Orientador(es):: Chatelard, Daniela Scheinkman
Assunto:: Teoria psicanalítica
Corpo
Pulsão
Lalíngua
Teatro
Issue Date: 25-May-2022
Citation: FÉLIX, Carolina Matos de Paula. O corpo em movimento da clínica à dança: intersecções entre a teoria psicanalítica e a técnica Klauss Vianna. 2021. 88 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura) — Universidade de Brasília, Brasília, 2022.
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo traçar qual é o entendimento de corpo dentro da teoria psicanalítica levando em conta o atravessamento pela linguagem e o consequente movimento pulsional. Para tanto, foi usado o método de pesquisa em psicanálise combinado ao texto ensaístico, de modo que pesquisador e objeto não estão distanciados no processo investigativo. Traçamos um percurso pela constituição do sujeito como a construção de um intervalo significante no qual o corpo pulsional advém. Nesse processo, a brincadeira infantil é de suma importância. Salientou-se o seu caráter pulsional e de mostração do real na clínica. Aproximamos a criança que brinca do artista cênico que cria e falamos da importância da arte como essencial para o ser humano, na medida em que se aproxima da função constitutiva da brincadeira. Foram trabalhados conceitos como lalíngua, gozo e escrita, como teorizados por Lacan. Foi apresentado um breve histórico da técnica Klauss Vianna, pioneira no desenvolvimento da dança contemporânea no Brasil, além de seus fundamentos e consequências no corpo e no âmbito artístico e político. Buscou-se identificar intersecções entre a teoria psicanalítica e o campo da dança, mais especificamente, a técnica Klauss Vianna. Com esse objetivo, aproximou-se psicanálise e dança a partir das noções de corpo falante e de corpo dançante. Concluiu-se que ambas as práticas contêm em si o interesse investigativo sobre o corpo vivo ao vivo, com suas ebulições inconscientes. Desse modo, salienta-se a importância da presença e da improvisação brincante para ambos os campos. Assim, dança e psicanálise consistem em práticas que traçam meios de dar vazão e destino ao movimento pulsional, cada qual para seus próprios fins e com instrumentos distintos.
Abstract: The present work aims to trace the understanding of the body within the psychoanalytic theory, taking into account the crossing through language and the consequent drive movement. For this purpose, the psychoanalytic research method combined with the essay text was used, so that the researcher and the object are not distanced in the investigative process. We trace a path through the constitution of the subject as the construction of a significant interval in which the instinctual body comes. In this process, children's play is of paramount importance. Its instinctual character and showing the real in the clinic was highlighted. We approach the child who plays to the scenic artist who creates and we talk about the importance of art as essential for the human being, insofar as it approaches the constitutive function of play. Concepts such as lalangue, jouissance and writing were worked on, as theorized by Lacan. A brief history of the Klauss Vianna technique, a pioneer in the development of contemporary dance in Brazil, was presented, as well as its foundations and consequences in the body and in the artistic and political sphere. We sought to identify intersections between psychoanalytic theory and the field of dance, more specifically, the Klauss Vianna technique. With this objective, psychoanalysis and dance were approached from the notions of the speaking body and the dancing body. It was concluded that both practices contain in themselves the investigative interest on the live body, with its unconscious ebullitions. Thus, the importance of presence and playful improvisation for both fields is highlighted. Thus, dance and psychoanalysis consist of practices that trace means of giving vent and destination to the instinctual movement, each for its own purposes and with different instruments.
Description: Dissertação (mestrado) — Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2022.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/43814/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.