Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/43371
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_PlanosSaudeColetivos.pdf271,82 kBAdobe PDFView/Open
Title: Planos de saúde coletivos : a questão do reajuste por faixa etária
Other Titles: Collective health plans : the issue of adjustment by age group
Authors: Bezerra, Felipe Portela
Assunto:: Política pública
Regulação
Saúde suplementar
Issue Date: Oct-2021
Publisher: Brazilian Journals Publicações de Periódicos e Editora Ltda.
Citation: BEZERRA, Felipe Portela. Planos de saúde coletivos: a questão do reajuste por faixa etária. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 7, n. 10, p. 99216-99225, out. 2021. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-304. Disponível em: https://brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/38144.
Abstract: As políticas públicas na área de saúde são muito relevantes para o desenvolvimento adequado de um Estado. No Brasil, um cenário que se mostra preocupante é a queda no acesso pela população brasileira a planos de saúde suplementar frente a um sistema público que não atende integralmente as demandas da população, o que demonstra a importância de uma complementação ao atendimento de saúde à população. Uma característica importante na saúde complementar é o mutualismo, isto é, várias pessoas contribuem para que algumas pessoas utilizem os serviços, os beneficiários pagam uma mensalidade fixa (de acordo com o tipo de cobertura assistencial, a faixa etária e a rede conveniada) e os custos da utilização dos procedimentos são diluídos pelos integrantes da carteira da operadora de plano de saúde, de acordo com seus grupos. Entretanto, os atores envolvidos nesse sistema podem questionar as regras referentes ao próprio funcionamento do setor, inclusive judicialmente, o que exige uma criteriosa análise da totalidade do fenômeno a fim de não desequilibrar o bom funcionamento do serviço.
Abstract: Public health policies are very important for the regular development of a state. In Brazil, a scenario that shows concern is the decreased of the access for the Brazilian to the supplementary health plans in the face of a public system that does not meet the demands of the population, so its demonstrates the importance of complementing and providing health care to the population. An important characteristic in supplementary health is the mutualism, when several people contribute to some people who use services, the beneficiaries pay a fixed monthly fee (according to the type of assistance coverage, the age group and the affiliated network) and the costs of use of procedures are diluted by members of the health plan operator's portfolio, according to their groups. However, the actors involved in this system may question the rules applying to the sector's functioning, including judicially demands, which requires a careful analysis of all the situation for a good functioning of the sector
DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n10-304
Appears in Collections:TEC UnB - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/43371/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.