Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41032
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_HelenaBarbosadeCarvalho.pdf816,1 kBAdobe PDFView/Open
Title: Maternidade, ambiente e psicanálise : um estudo dos atravessamentos culturais na maternidade contemporânea
Authors: Carvalho, Helena Barbosa de
metadata.dc.contributor.email: helena.barbosa@gmail.com
Orientador(es):: Chatelard, Daniela Scheinkman
Assunto:: Maternidade
Psicanálise
Concepções culturais
Desamparo social
Maternidade - aspectos sociais
Issue Date: 26-May-2021
Citation: CARVALHO, Helena Barbosa de. Maternidade, ambiente e psicanálise: um estudo dos atravessamentos culturais na maternidade contemporânea. 2020. 129 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Esta dissertação se propõe a investigar as dimensões ambientais do fenômeno da maternidade, particularmente as suas concepções culturais. Nesse sentido, uma pesquisa teórica é realizada com base nos eixos temáticos: maternidade, psicanálise e cultura. Efetua-se um breve recorte histórico dos discursos sociais sobre a mãe, a criança e a família, indicando que as construções sociais a respeito da maternidade, assim como dos comportamentos maternos, se relacionam com seu tempo sócio-histórico. Em seguida, apresenta-se uma visão crítica da teoria freudiana da feminilidade, que esboça, nas construções de Freud sobre maternidade e na escuta de suas pacientes, a articulação entre inconsciente, teoria e tempo histórico-cultural. Posteriormente, são abordados conceitos da metapsicologia freudiana que expressam o caráter cultural e social do Eu, assim como os apontamentos de Winnicott sobre o ambiente nos processos de constituição psíquica, na tentativa de ilustrar a articulação entre cultura e subjetivação, bem como apresentar o ambiente da mãe como parte efetiva da experiência materna e do encontro entre mãe e bebê. Por fim, é enfatizada a importância da função de sustentação materna, que é deslocada para o todo social da mãe. Sugere-se que as atuais concepções culturais em torno da maternidade incidem subjetivamente nas expectativas e ideais de Eu maternos, tanto quanto contribuem para a configuração de um cenário social que desampara as mulheres em suas experiências com a maternidade, assim como os bebês em seus colos.
Abstract: This dissertation aims to investigate the environmental dimensions of the phenomenon of maternity, and particularly, its cultural conceptions. In this sense, a theoretical research was carried out based on the following thematic axes: motherhood, psychoanalysis and culture. A brief historical overview is made, regarding the social discourses about the mother, the child and the family, indicating that the social constructions about motherhood, as well as maternal behaviors, are related to their socio-historical time. Then, a critical view of the Freudian theory of femininity is presented, which outlines, in Freud's framework on motherhood from the listening of his patients, the articulation between unconscious, theory and historical-cultural time. Subsequently, concepts of Freudian metapsychology that express the cultural and social character of the Self are addressed, as well as Winnicott's notes on the environment regarding the processes of psychic constitution, in an attempt to illustrate the articulation between culture and subjectivity, and also propose the mother's environment as an effective part of the maternal experience and of the encounter between mother and baby. Finally, the importance of the maternal support function is emphasized, which is displaced to the mother's social whole. It is suggested that the current cultural conceptions around motherhood subjectively affect the expectations and ideals of maternal selves, as much as they contribute to the configuration of a social scenario that leaves women in their experiences with motherhood, as well as babies in their laps.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IP - Mestrado em Psicologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41032/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.