Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/41018
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_AnaVitóriaSampaioCastanheiraRocha.pdf1,83 MBAdobe PDFView/Open
Title: Laços que pesam : o divórcio na literatura e na imprensa feminina/ista brasileira (1889-1912)
Authors: Rocha, Ana Vitoria Sampaio Castanheira
Orientador(es):: Muniz, Diva do Couto Gontijo
Assunto:: Mulheres escritoras
Casamento
Divórcio
Imprensa feminina
Imprensa feminista
Issue Date: 25-May-2021
Citation: ROCHA, Ana Vitoria Sampaio Castanheira. Laços que pesam: o divórcio na literatura e na imprensa feminina/ista brasileira (1889-1912). 2020. 280 f., il. Tese (Doutorado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Nas décadas iniciais da Primeira República, a causa divorcista passou a ser debatida pela literatura, imprensa e parlamento brasileiros. Fossem contrárias ou favoráveis ao divórcio, as vozes que mais se destacavam eram masculinas, uma vez que as mulheres não poderiam votar e nem serem votadas e eram minoria na imprensa tradicional da época. Contudo, elas não ficaram alheias ao debate público, passando a utilizar a imprensa periódica feminina e, também, feminista, para registrar suas ideias, opiniões, valores, expectativas e receios acerca da causa divorcista; (re)produzindo novos sentidos sobre família, vida conjugal, casamento e divórcio; fazendo circular novas e antigas representações por meio de uma rede de solidariedade feminina e feminista tecida nos mais variados cantos do país. A presente tese, portanto, teve como objetivo analisar a participação feminina/feminista na luta pelo direito ao divórcio empreendida pelas escritoras Josephina Álvares de Azevedo, Carmen Dolores, Francisca Clotilde e Andradina América de Andrade e Oliveira entre os anos de 1889 e 1912. Para percorrer o trajeto dessas ativistas, foram consultadas as edições dos jornais A Familia (São Paulo e Rio de Janeiro, 1889- 1899) e O Paiz (Rio de Janeiro, 1905-1910), bem como as obras A Divorciada (Fortaleza, 1902), Ao esvoaçar da idéa (Porto Alegre, 1910) e Divórcio? (Porto Alegre, 1912).
Abstract: In the early decades of the First Republic, the divorce cause began to be debated by the literature, Brazilian press and parliament. Whether they were against or in favor of divorce, the voices that stood out the most were male, since women could neither vote nor be voted and were a minority in the traditional press of the time. However, they were not unaware of the public debate, starting to use the women's and also the feminist periodical press to register their ideas, opinions, values, expectations and fears about the divorce cause; (re) producing new meanings about family, married life, marriage and divorce; circulating new and old representations through a network of women's and feminist solidarity that was woven in the most varied corners of the country. The present thesis, therefore, aimed to analyze the women's/feminist participation in the struggle for the right to divorce undertaken by the writers Josephina Álvares de Azevedo, Carmen Dolores, Francisca Clotilde and Andradina América de Andrade e Oliveira between 1889 and 1912. To follow these activists' path, the issues of the newspapers A Familia (São Paulo and Rio de Janeiro, 1889-1899) and O Paiz (Rio de Janeiro, 1905-1910) were consulted, as well as their books A Divorciada (Fortaleza, 1902), Ao esvoaçar da idéa (Porto Alegre, 1910) and Divórcio? (Porto Alegre, 1912).
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Appears in Collections:HIS - Doutorado em História (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/41018/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.