Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40504
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_CamilaCadenadeAlmeida.pdf2,73 MBAdobe PDFView/Open
Title: Um estudo acerca das principais modalidades de eletroanalgesia e da relação entre capacidade física e qualidade de vida relacionada a saúde com idosos com osteorartrite de joelho
Other Titles: A study regarding the main modalities of electroanalgesia and the association between physical capacity and quality of life related to health in elderly with knee osteoarthritis
Authors: Almeida, Camila Cadena de
Orientador(es):: Durigan, João Luiz Quagliotti
Coorientador(es):: Garcia, Patrícia Azevedo
Assunto:: Osteoartrite
Joelhos - ferimentos e lesões
Estimulação elétrica transcutânea do nervo
Idosos - qualidade de vida
Aptidão física - idosos
Issue Date: 12-Apr-2021
Citation: ALMEIDA, Camila Cadena de. Um estudo acerca das principais modalidades de eletroanalgesia e da relação entre capacidade física e qualidade de vida relacionada a saúde com idosos com osteorartrite de joelho. 2020. 142 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: A osteoartrite (OA) de joelho já é considerada a causa mais comum de dor e disfunção do aparelho motor ao redor do mundo e afeta tanto a qualidade de vida relacionada a saúde (QVRS) quanto a realização de atividades diárias pelo indivíduo. Dentre os tratamentos disponíveis, a eletroterapia se faz disponível tendo como principais modalidades a estimulação elétrica transcutânea (TENS) e a corrente interferencial (CI) para alívio da intensidade da dor. Objetivos: Estudo 1- Realizar uma revisão com metanálise da literatura a respeito dos efeitos das correntes TENS e IF para os desfechos de dor aguda e crônica. Estudo 2- Apresentar um protocolo de um ensaio clínico randomizado com a intenção de investigar os efeitos de quatro semanas de aplicação de eletroterapia na funcionalidade, na dor e na qualidade de vida em pacientes com OA de joelho. Estudo 3- Investigar uma possível associação entre a qualidade de vida relacionada a saúde (QVRS) e a capacidade física de indivíduos com OA de joelho. Métodos: Estudo 1- Dois autores independentes selecionaram e realizaram a avaliação da qualidade metodológica dos estudos. Foram selecionados os ensaios clínicos randomizados que utilizaram as correntes TENS e IFC e determinaram a intensidade da dor como desfecho primário. O desfecho secundário escolhido foi a QVRS por meio do WOMAC (Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index) e do RMD (Rolland Morris Disability). Estudo 2- Trata-se de protocolo de um ensaio clínico randomizado e controlado, duplo-cego. Cem indivíduos serão selecionados e divididos de maneira aleatória em quatro grupos: o primeiro grupo utilizará a corrente TENS (G1), o segundo a CI (G2), o terceiro a corrente AUSSIE (G3) e o último a aplicação de eletroterapia placebo (G4). Os instrumentos de avaliação serão: algometria, Termografia, arco de movimento doloroso e total, Escala verbal numérica, Questionário WOMAC Questionário IPAQ (International Physical Activity Questionnaire), Questionário SF-36, Inventário breve de do e o conjunto de testes recomendados pela OARSI. Estudo 3- Um estudo observacional transversal composto por 67 idosos com diagnóstico clínico de OA de joelho. Para a avaliação da capacidade física (CF), os voluntários foram submetidos ao conjunto de testes recomendados pela OARSI. A QVRS foi avaliada por meio do questionário WOMAC. Inicialmente foi realizada uma análise de correlação simples, em seguida foi realizada uma regressão linear univariada entre a variável dependente (QVRS) e as variáveis independentes (CF). Essa análise permitiu quantificar essas relações e a proposição de um modelo multivariado para verificar se essas relações individuais eram mantidas com adição de variáveis de ajuste. Resultados: Estudo 1- Foram incluídos um total de oito estudos com uma população total de 825 pacientes. A qualidade metodológica dos estudos foi moderada, com uma média de seis numa escala 0- 10 (PEDro). No geral, tanto o TENS quanto a CI melhoraram a intensidade da dor e os desfechos funcionais sem diferença significativa. Estudo 2- Não se aplica. Estudo 3- Foram observadas associações entre a QVRS e a CF, descritas pela associação significativa entre o TC6 (Teste de caminhada de 6 minutos) e IMC e os domínios de dor e rigidez e entre o TSDE (teste de subir e descer escada) e o sexo para o domínio de atividade física. Conclusão: A eletroestimulação reduziu a intensidade da dor e gerou benefícios na percepção de função independente da corrente utilizada. O baixo número de estudos incluídos nessa metanálise também indica que novos ECRs com maior rigor metodológico são necessários. Além disso, foram observadas associações entre características demográficas, capacidade física e qualidade de vida relacionada a saúde.
Abstract: Knee osteoarthritis (OA) is already considered the most common cause of pain and motor dysfunction around the world and affects both health-related quality of life (HRQoL) and the performance of daily activities by the individual. Among the treatments available, electrotherapy is available with the main modalities of transcutaneous electrical stimulation (TENS) and interferential current (CI) to relieve pain intensity. Objectives: Study 1- Conduct a review with meta-analysis of the literature regarding the effects of TENS and IF currents for acute and chronic pain outcomes. Study 2- To present a protocol of a randomized clinical trial with the intention of investigating the effects of four weeks of application of electrotherapy on functionality, pain and quality of life in patients with knee OA. Study 3- Investigate a possible association between health-related quality of life (HRQoL) and the physical capacity of individuals with knee OA. Methods: Study 1- Two independent authors selected and carried out the evaluation of the methodological quality of the studies. Randomized clinical trials that used the TENS and IFC currents were selected and determined the intensity of pain as the primary outcome. The secondary outcome chosen was HRQoL using the WOMAC (Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index) and the RMD (Rolland Morris Disability). Study 2- This is a protocol of a randomized, controlled, double-blind clinical trial. One hundred individuals will be selected and randomly divided into four groups: the first group will use the TENS current (G1), the second will use CI (G2), the third will use AUSSIE current (G3) and the last will apply placebo electrotherapy (G4 ). The assessment instruments will be: algometry, thermography, painful and total range of motion, numerical verbal scale, WOMAC questionnaire IPAQ (International Physical Activity Questionnaire) questionnaire, SF-36 questionnaire, brief inventory of and the set of tests recommended by OARSI. Study 3- A cross-sectional observational study comprising 67 elderly people with a clinical diagnosis of knee OA. For the assessment of physical capacity (FC), volunteers were subjected to the set of tests recommended by OARSI. HRQoL was assessed using the WOMAC questionnaire. Initially, a simple correlation analysis was performed, then a univariate linear regression was performed between the dependent variable (HRQoL) and the independent variables (FC). This analysis allowed to quantify these relationships and the proposal of a multivariate model to verify if these individual relationships were maintained with the addition of adjustment variables. Results: Study 1- A total of eight studies with a total population of 825 patients were included. The methodological quality of the studies was moderate, with an average of six on a 0-10 scale (PEDro). Overall, both TENS and IC improved pain intensity and functional outcomes with no significant difference. Study 2- Not applicable. Study 3- Associations between HRQoL and FC were observed, described by the significant association between the 6MWT (6-minute walk test) and BMI and the domains of pain and stiffness and between the TSDE (up and down stairs test) and sex for the domain of physical activity. Conclusion: Electrostimulation reduced the intensity of pain and generated benefits in the perception of function regardless of the current used. The low number of studies included in this meta-analysis also indicates that new RCTs with greater methodological rigor are needed. In addition, associations were observed between demographic characteristics, physical capacity and health-related quality of life.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40504/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.