Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/40344
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2020_TonyMarceloGomesdeOliveira.pdf7,46 MBAdobe PDFView/Open
Title: Preexistências geográficas de Brasília : a paisagem da Bacia Hidrográfica do Lago Paranoá como lócus referência de memória, identidade e sustentabilidade
Authors: Oliveira, Tony Marcelo Gomes de
metadata.dc.contributor.email: tonymargoli@gmail.com
Orientador(es):: Steinke, Valdir Adilson
Assunto:: Geopatrimônio
Geohistória
Brasília (DF) - planejamento urbano
Bacia Hidrográfica do Lago Paranoá
Issue Date: 26-Mar-2021
Citation: OLIVEIRA, Tony Marcelo Gomes de. Preexistências geográficas de Brasília: a paisagem da Bacia Hidrográfica do Lago Paranoá como lócus referência de memória, identidade e sustentabilidade. 2020. 209 f., il. Tese (Doutorado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2020.
Abstract: Essa tese define-se na dimensão das abordagens geográficas referentes às preexistências das práticas de planejamento urbano, compondo o referencial geohistórico da formação da cidade capital, Brasília. Tem como objetivo, apresentar a Bacia Hidrográfica do Lago Paranoá (BHLP) como Geopatrimônio fundante da cidade, por ser ela a proeminência geográfica da paisagem original com características geossistêmicas exemplares, colaborativas para a evolução e prática do pensamento urbano moderno da capital do Brasil. Para elucidar o objetivo da tese, partiu-se da pergunta norteadora, o fato da BHLP ser a paisagem original e receptora ideal do planejamento urbano moderno de Brasília, é possível reconhecê-la como Geopatrimônio fundante da cidade, contribuindo para a formação identitária e cultural da capital? A tese fundamenta-se em quatro artigos científicos dimensionando abordagens geográficas em profundo diálogo entre tempo e espaço, buscando justificar o recorte enquanto expressão da geografia local e nacional. Dessa forma, uma hipótese se apresenta partindo da compreensão de que a BHLP é o substrato espacial original, reconhecido e explorado ainda no tempo colonial, século XVIII, e componente sólido do contexto geohistórico explicativo da capital federal. Conclui-se assim que, é legítimo e necessário lançar luz e reconhecer a BHLP, enquanto Geopatrimônio fundante da cidade de Brasília, por ser o componente natural ideal e generoso, elegendo confiabilidade a execução do projeto e identidade as formas da cidade, tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1990. Foram necessárias enquanto referências metodológicas, adotar sistemática revisão bibliográfica, fazer o comparativo de mapas e fotografias em abordagem geohistórica, análise em campo da paisagem objeto, o Plano Piloto de Brasília - DF e a análise em campo teórico e científico em instituições de Portugal, a saber: o Arquivo Histórico Ultramarino, a Torre do Tombo, a Universidade de Lisboa, a Biblioteca de Lisboa e a Universidade do Minho em Guimarães e Braga.
Abstract: This thesis is defined in the dimension of the geographical approaches referring to the preexistence of urban planning practices, composing the geohistorical reference of the formation of the capital city, Brasília. It aims to present the Lago Paranoá Hydrographic Basin (BHLP) as the city's founding geopatrimony, as it is the geographical prominence of the original landscape with exemplary geosystemic characteristics, collaborative for the evolution and practice of modern urban thought in the capital of Brazil. To elucidate the objective of the thesis, the guiding question was based on the fact that the BHLP is the original landscape and the ideal recipient of modern urban planning in Brasília, it is possible to recognize it as the city's founding Geopatrimony, contributing to the identity and cultural formation from the capital? The thesis is based on four scientific articles dimensioning geographical approaches in deep dialogue between time and space, seeking to justify the cut as an expression of local and national geography. Thus, a hypothesis is presented based on the understanding that the BHLP is the original spatial substratum, recognized and explored in colonial times, 18th century, and a solid component of the explanatory geohistorical context of the federal capital. It follows that it is legitimate and necessary to shed light and recognize the BHLP, as the founding Geopatrimony of the city of Brasilia, as it is the ideal and generous natural component, choosing the execution of the project and identity to the forms of the city, listed as Heritage. Cultural of Humanity in 1990. It was necessary as methodological references, to adopt a systematic bibliographic review, to compare maps and photographs in a geohistorical approach, field analysis of the object landscape, the Plano Piloto de Brasília - DF and the analysis in theoretical and scientific fields in institutions in Portugal, namely: the Overseas Historical Archive, the Torre do Tombo, the University of Lisbon, the Lisbon Library and the University of Minho in Guimarães and Braga.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2020.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:GEA - Doutorado em Geografia

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/40344/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.