Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37638
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1977_BenedictaCoelhoAlvesdosSantos.pdf
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.accessRestricted???
3,47 MBAdobe PDF ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.restrito???
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGuimarães, Lytton Leite-
dc.contributor.authorSantos, Benedita Coelho Alves dos-
dc.date.accessioned2020-05-07T23:07:49Z-
dc.date.available2020-05-07T23:07:49Z-
dc.date.issued2020-05-07-
dc.date.submitted1977-
dc.identifier.citationSANTOS, Benedita Coelho Alves dos. Rádio educativo: A participação da clientela no ensino supletivo-função de suplência. 1977. xv, 144 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação)-Universidade de Brasília, Brasília, 1977.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.unb.br/handle/10482/37638-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 1977.pt_BR
dc.description.abstractPouco se tem estudado as questões relativas ao atendimento da clientela de adultos através da educação/ sistematizada. Este estudo se concentra no conhecimento da participação dessa clientela, e escolhe para seu objeto o trabalho desenvolvido por três organizações de rádio educativo em cursos da função de suplência: o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), com o Curso Supletivo de 1° Grau, o Movimento de Educação de Base (MEB), com o Curso Supletivo Dinâmico, 1° Fase-B e o Projeto Minerva com o Curso Supletivo de 1° Grau - II Fase. Reconhecendo-se a importância da comunicação na ação educativa, se procurou apoio no modelo desenvolvido/ por Grunig, identificando-se a relação comunicacional da organização com a clientela a partir do comportamento assumido pela primeira. Foram delineados, então, os seguintes objetivos para o estudo: conhecer a extensão da participação da clientela em cursos realizados por organizações de rádio educativo na função de suplência; descrever o trabalho desenvolvido por três organizações de rádio educativo nesses cursos; caracterizar a participação da clientela; determinar o comportamento de cada uma das organizações estudadas, segundo o modelo de Grunig; e determinar o tipo de comunicação entre a organização e a clientela. A análise realizada parece convergir para os seguintes aspectos, no que diz respeito à participação da clientela: 1. As várias situações referentes às atividades desenvolvidas pelo IRDEB, podem levar a considerar seu comportamento como de rotina. As organizações que participaram do trabalho do IRDEB apresentaram apenas uma alternativa disponível, o que representa um fechamento sendo, pois, dimensionado, a nível estrutural, o comportamento como restritivo. 2. O MEB parece estar posicionado no comportamento restritivo, pois, embora reconheça alternativas, elas não se encontram disponíveis, e há um fechamento a nível estrutural. Apesar de haver o reconhecimento da importância de a ação educativa se voltar para a área de atuação, para os interesses e necessidades da clientela isso não ocorreu durante o curso. 3. O Projeto Minerva parece não reconhecer outras alternativas, agindo orientado para a alternativa habitual. A nível estrutural ocorre fechamento, apresentando- se somente uma alternativa disponível, portanto delimita-se aqui o comportamento restritivo. 4. O trabalho desenvolvido tanto pelo IRDEB, quanto pelo Projeto Minerva parece não evidenciar uma aproximação/ para com a clientela, uma busca de sua participação e troca de situações comuns. Esse distanciamento ocorre em todas as fases do curso, desde o planejamento até o término. 5. O comportamento centrado em problemas, que apresenta abertura da organização cara o reconhecimento de alternativas que se encontram disponíveis na estrutura, não ocorreu em nenhuma das organizações, o que parece afastar a possibilidade da comunicação diacrônica. 6 . É a comunicação sincrônica que tem lugar nos comportamentos que parecem assumir as três organizações. Aí então se caracteriza a posição da clientela apenas como objeto da ação, não são apresentadas situações / que a posicionem como elemento ativo do processo de aprendizagem.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso restritopt_BR
dc.titleRádio educativo : a participação da clientela no ensino supletivo : função de suplênciapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEducação de adultos - Brasilpt_BR
dc.subject.keywordBahia (BA)pt_BR
dc.subject.keywordEducação de jovens e adultospt_BR
dc.description.abstract1Little has been studied about issues related to the attendance to adult clientele through systematized education. This study concentrates itself in the acknowledgement of that clientele participation, as it chooses the work developed by three organizations of educational radiobroadcasting in courses for "função de suplência” , as its object: the Instituto de Radiodifusao Educativa da Bahia (IRDEB), with Curso Supletivo de 1° Grau, the Movimento de Educação de Base (MEB), with Curso Supletivo Dinâmico, 1° Fase-B, and the Projeto Minerva with Curso Supletivo de 1° Grau - II Fase. After recognizing the importance of communication in the educative action, one looked for support on the model developed by Grunig, identifying the communicative relation of the organization with the clientele, starting from the behavior set by the former. Then, the following objectives were outlined for studies to know the extension of the clientele participation in courses carried out by organizations of educational radiobroadicasting in "função de suplência"; to describe the work developed by the organizations of educational broadcast in those courses; to characterize the participation of the clientele; to determine the behavior of each organization studied, according to the Grunig model; and to determine the type of communication between organization and clientele. The accomplished analysis seems to converge to the following aspects concerning the participation of the clientele: 1. The various situations referent to the activities developed by IRDEB may cause its behavior to be considered as a routine habit. The organizations that have participated in the work of IRDEB presented only one available alternative, what represents a restriction being thus evaluated in structural level as constrained behavior. 2. MEB seems to be set in constrained behavior, for, although it recognizes alternatives, they are not found available and there is a restriction in structural level. Inspite of recognizing the importance of the educative action turning to the area of performance, to the interests and necessities of the clientele, it did not occur during the course. 3. The Projeto Minerva seems not to recognize other alternatives, functioning as oriented towards the habitual alternative. There is a restriction in structural level, showing only one alternative available; therefore one delineates é here the constrained behavior. 4. The work developed by IRDEB as well as by the Projeto Minerva does not seem to bring evidence to closer contact with the clientele, a search for its participation and an exchange of common situations. This gap occurs in all phases of the course, from its planning to its end. 5. The problem-facing behavior, which presents an opening of the organization towards the recognition of alternatives found available in the structure, did not occur in any of the organizations, leaving behind the possibility of diachronic communication. 6. The synchronic communication is the one which takes place in the behavior undertaken by the three organizations. Therefore, the position of the clientele is characterized only as an object of the action, and situations which place it as an active element in the learning process are not presented.pt_BR
Appears in Collections:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37638/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.