Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/37358
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_SergioRicardodeCastroGoncalves.pdf
???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.accessRestricted???
4,31 MBAdobe PDF ???org.dspace.app.webui.jsptag.ItemTag.restrito???
Title: Variabilidade e fatores de dispersão da resistência de aderência nos revestimentos em argamassa : estudo de caso
Authors: Gonçalves, Sergio Ricardo de Castro
Orientador(es):: Bauer, Elton
Assunto:: Revestimentos - argamassa - Engenharia civil
Variabilidade da resistência
Issue Date: 6-Apr-2020
Citation: GONÇALVES, Sergio Ricardo de Castro. Variabilidade e fatores de dispersão da resistência de aderência nos revestimentos em argamassa: estudo de caso. 2004. xix, 148 f., il. Dissertação (Mestrado em Estruturas e Construção Civil)—Universidade de Brasília, Brasília, 2004.
Abstract: Este trabalho aborda, de modo científico, o estudo experimental da variabilidade e dos fatores de dispersão da resistência de aderência a tração nos sistemas de revestimento em argamassa, centrando-se na avaliação do desempenho dessa propriedade em obra e realizando análises adicionais em laboratório. O estudo foi conduzido de maneira exploratória, buscando uma tendência de comportamento da aderência. Para a realização dessa pesquisa foi necessário o acompanhamento e monitoramento dos serviços de revestimento interno em uma obra, com certificado de qualidade ISO 9000, executando-se ensaios de caracterização da argamassa no estado fresco (teor de ar incorporado, penetração do cone) e ensaios de resistência de aderência à tração nas idades de 14 e 28 dias. Em um projeto complementar, realizou-se um estudo em laboratório da aderência de uma argamassa mista em unidades de bloco de concreto estrutural, com o intuito de analisar a influência do método de ensaio em si, na variação dos valores da resistência de aderência à tração. Os fatores de controle observados em obra foram: tempo de mistura, consistência inicial, oficial-pedreiro , tempo de espera para o sarrafeamento, idade do revestimento, tipo de substrato, preparo da base e a argamassa utilizada. As variáveis independentes analisadas foram: a resistência de aderência à tração, a forma de ruptura dos corpos-deprova e a variabilidade da aderência. Por meio dos resultados, foi observado que a forma geométrica do corpo-deprova, a espessura do revestimento e o oficial-pedreiro influenciam significativamente nos valores da aderência. A idade do revestimento não foi um fator preponderante na variação dos resultados. Existe uma alta variabilidade intrínseca à propriedade da aderência, indicando que o procedimento de analise dos resultados deve ser revisto, já que o parâmetro utilizado (média aritmética) não condiz com a alta variação da propriedade. E sugerida a adoção da mediana como parâmetro característico da aderência. O tipo de distribuição estatística que melhor se adequou à maioria das amostras ensaiadas foi a distribuição normal.
Abstract: This work approaches, in a scientific way, the experimental study of variability, and the factors of dispersion on mortar rendering tensile bond strength. focusing on the evaluation of this property development in a construction site, and proceeding additional laboratorial analysis. The study was conducted in an exploratory way, intending to find a bond behavior tendency. To develop this research it was necessary the monitoring and accompanying of the internai renderings services “in situ”, executing some fresh mortar analysis (airentrained content, and cone penetration) and bond strength tests on the ages of 14 and 28 days. In a complementary project, it was accomplished a laboratorial study of adherence in structural concrete blocks, intending to analyze the test method influence, on bond strength values variation. The control factors observed in the construction site were: mixture time, initial consistency, official mason, waiting time for lathering, rendering age, substrate type, basis preparation and the type o f mortar used. The independent variables analyzed were: the tensile bond strength, specimen rupture configuration and the adherence variability. By means of the results, it was observed that the specimen geometrical form, rendering thickness and the official mason do influence, significantly, on the adherence values. The rendering age was not a predominant factor on the results variation. It exists a high levei variability inherent to the adherence property, denoting that the procedure of the results analysis needs to be reviewed, since the parameter utilized (simple arithmetic average) does not suit with the property high levei variation. It is suggested the adoption of the median as the adherence characteristic parameter. The statistical distribution type that fitted better to the majority of tested specimens was the normal distribution.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2004.
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Estruturas e Construção Civil (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/37358/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.