Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35651
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MaíraLopesD’Ávila.pdf1,47 MBAdobe PDFView/Open
Title: Concentração e período de exposição ao gás ozônio na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de quinoa
Authors: D’Ávila, Maíra Lopes
Orientador(es):: Souza, Nara Oliveira Silva
Assunto:: Quinoa - cultivo
Sementes - qualidade
Sementes - ozonização
Quinoa - doenças e pragas
Sementes - armazenamento
Issue Date: 24-Oct-2019
Citation: D’ÁVILA, Maíra Lopes. Concentração e período de exposição ao gás ozônio na qualidade fisiológica e sanitária de sementes de quinoa. 2019. [59] f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A quinoa (Chenopodium quinoa Willd.) tem ganhado espaço na produção de grãos, principalmente como alternativa para entressafra. O crescimento esperado de produção é devido ao aumento no consumo deste grão, em virtude do seu elevado valor nutricional. Por ser uma cultura relativamente nova na agricultura brasileira, se faz necessário estudos sobre os vários fatores de produção. Fator de sucesso é a qualidade de sementes e seu respectivo tratamento para homogeneidade da lavoura. O uso de produtos químicos nas fases iniciais da cultura, como fungicidas, previne a incidência de patógenos. Como alternativa, o gás ozônio possui características sanitizantes. Entretanto, não se tem metodologia disponível para o uso deste em sementes de quinoa O objetivo deste experimento foi avaliar a ação do gás ozônio no controle dos fungos dos gêneros Fusarium spp. e Aspergillus spp. Utilizaram-se quatro lotes de sementes de quinoa (precoce; média; tardia 1 e tardia 2), em duas concentrações do gás ozônio (5 e 10,0 mg/L) em cinco períodos de exposição (0, 15, 30, 45 e 60 minutos). Comparados ao uso do fungicida Carboxin + Thiram compondo um fatorial 2 (concentrações) x 6 (períodos de exposição e fungicida) totalizando 12 tratamentos, dispostos em um delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições. Realizaram-se as seguintes avaliações: Teste padrão de germinação (TPG); índice de velocidade de germinação (IVG); condutividade elétrica (CE); envelhecimento acelerado (EA); comprimento de plântula (CP); comprimento foliar (CF); massa verde (MF); massa seca (MS); presença de Fusarium spp.; Aspergillus spp. Na interação entre os dois fatores, concentração e período de exposição, observou-se no teste de germinação que a melhor combinação de tratamento foi obtida com ozônio na concentração de 5,0 mg/L por um período de até 60 minutos de exposição em sementes de maturação precoce e média. Obteve aumento na TPG, IVG, EA, CP, MF e MS, enquanto que na concentração 10,0 mg/L houve redução nestes nos diferentes períodos de tempo de exposição. Enquanto que na CE os lotes 1 e 2 apresentaram menores médias na concentração 5,0 mg/L com período de exposição de 30 e 45 minutos, tendo relação aos danos causados pelo gás nas membranas celulares. Na análise de fungos, não houve presença do gênero Fusarium spp. no tratamento com ozônio na concentração de 5,0 mg/L em todos os períodos de exposição ao lote 4, enquanto que no lote 3 não houve presença deste no tratamento com 30 minutos de exposição e em 45 minutos de ozônio de concentração 10,0 mg/L. Para Aspergillus spp. , não houve presença deste nas duas concentrações e em todos os períodos de exposição, exceto 15 e 45 minutos de ozônio de concentração 10,0 mg/L. Conclui-se que há uma interferência positiva na qualidade fisiológica de sementes de quinoa em um tratamento com 5,0 mg/L por um período de até 60 minutos de exposição, considerando o favorecimento da germinação e vigor das sementes.
Abstract: The quinoa (Chenopodium quinoa Willd) has win space in the grains production, mainly as an alternative to the off-season period. The expected growth is due to the increase in consumption of this grain, due to its high nutritional value. Because it is a relatively new crop in Brazilian agriculture, it is necessary to study the various factors of production. Success factor is seed quality and its respective treatment for crop homogeneity. The use of chemicals in the early stages of the crop, such as fungicides, prevents the incidence of pathogens. As an alternative, the ozone gas has sanitizing characteristics. However, there is no available methodology for the use of this in quinoa seeds. The objective of this experiment was to evaluate the action of ozone gas in the control of fungi of the genus Fusarium spp. and Aspergillus spp. Four lots of quinoa seeds (precocious, medium, late 1 and late 2) were used in two concentrations of ozone gas (5 and 10.0 mg / L) in five exposure periods (0, 15, 30, 45 and 60 minutes). Compared to the use of the Carboxin + Thiram fungicide compounding a factorial 2 (concentrations) x 6 (periods of exposure and fungicide) totaling 12 treatments, arranged in a completely randomized design with four replicates. Was made the evaluations of germination pattern tests.(GPT) germination velocity index (GVI) electrical conductivity (EC); accelerated aging tes (AA) length of stages of germination (LSG); length of beginnings leaf (LBL); evaluating fresh weight (FW), dry weight (DW); presence of Fusarium spp.; Aspergillus spp. In interaction between two factors, concentration and exposure period, it was observed in the germination test that the best treatment combination was obtained with 5.0 mg / L ozone for a period of up to 60 minutes exposure in early and medium maturity seeds. It obtained an increase in GPT, GVI AA, LSG, FW and DW, whereas in the concentration 10.0 mg / L there was reduction in these at different times of exposure. While in the EC, lots 1 and 2 presented lower mean values at the concentration of 5.0 mg / L with a exposure period of 30 and 45 minutes, regarding the damage caused by the gas in the cell membranes. In the analysis of fungi, there was no presence of the genus Fusarium spp. in treatment with 5.0 mg / L ozone in all periods of exposure to batch 4, whereas in batch 3 there was no presence of this in the treatment with 30 minutes of exposure and in 45 minutes of ozone concentration 10.0 mg / L. For Aspergillus spp. There was no presence of this in the two concentrations and in all periods of exposure, except 15 and 45 minutes of 10.0 mg / L concentration ozone. It is concluded that there is a positive interference in the physiological quality of quinoa seeds in a treatment with 5.0 mg / L for a period of up to 60 minutes of exposure, considering the favoring of the germination and vigor of the seeds and the treatment with fungicide is effective to control Fusarium spp. and Aspergillus spp.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35651/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.