Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34532
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_CainaraLinsDraeger.pdf7,23 MBAdobe PDFView/Open
Title: Incidência das doenças transmitidas por alimentos no Brasil : uma análise de 2007 a 2017
Authors: Draeger, Cainara Lins
Orientador(es):: Akutsu, Rita de Cássia Coelho de Almeida
Coorientador(es):: Araújo, Wilma Maria Coelho
Assunto:: Doenças transmitidas por alimentos
Vigilância epidemiológica
Sistemas de recuperação da informação - saúde pública
Issue Date: 30-Apr-2019
Citation: DRAEGER, Cainara Lins. Incidência das doenças transmitidas por alimentos no Brasil: uma análise de 2007 a 2017. 2018. 97 f., il. Tese (Doutorado em Nutrição Humana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Doença Transmitida por Alimento (DTA) ocorre quando uma ou mais pessoas apresentam sintomas similares, após a ingestão de água ou alimentos contaminados. Apesar da crescente sensibilização os dados epidemiológicos continuam escassos. A qualidade dos dados para o Sistema de Vigilância Epidemiológica das DTA (VE-DTA) é fundamental para que este apresente bom desempenho e direcione ações de saúde. O monitoramento da completitude é uma ferramenta valiosa para verificar se os dados estão sendo adequadamente preenchidos. Este estudo teve como objetivo analisar os dados nacionais sobre DTA de 2007 a 2017 disponibilizados pelo Ministério da Saúde do Brasil. No primeiro momento foi realizada avaliação da qualidade dos dados do VE-DTA por meio da avaliação da completitude do banco. Em seguida foi avaliado o panorama epidemiológico das DTA no Brasil no período mencionado. A avaliação da completitude do banco foi realizada com dados dos anos de 2007 a 2016 por meio da quantificação de respostas ignoradas, incompletas ou em branco. Foi avaliado o percentual de completitude em relação ao número total de notificações registradas. Também foi avaliada a completitude de acordo com o grau recomendação de preenchimento de cada variável (obrigatória, essencial e complementar) conforme preconizado no manual do VE-DTA. A avaliação epidemiológica foi realizada com dados de 2007 a 2017 e ocorreu pelo levantamento dos alimentos mais envolvidos e seu local de ingestão; tempo total de investigação do surto; microrganismos envolvidos, número de doentes e mortes. Também foram calculadas as taxas de incidência e mortalidade globais e a letalidade do país. Todos os dados foram analisados no software SPSS® versão 22.0. Entre 2007 e 2016 a base de dados apresentou classificação geral de completitude como Categoria 1, com 82,1% (n = 5,777) das variáveis com preenchimento acima de 75%; 8,6% do banco de dados foi classificado como Categoria 2, com preenchimento das variáveis entre 50,1 e 75%; 9,2% como Categoria 3 (preenchimento entre 25,1% e 50%) e 0,1% como Categoria 4 (preenchimento abaixo de 25%). Ao se avaliar a completitude pelo nível de recomendação do VE-DTA, observou-se que variáveis de preenchimento obrigatório tiveram maior completitude que as variáveis de preenchimento essencial ou complementar. A avaliação epidemiológica das DTA entre 2007 e 2017 evidenciou que ocorreram 7630 surtos no período. Foi registrado um total de 134.046 pessoas doentes; 19.394 hospitalizados e 127 mortos. A taxa de incidência foi de 67,57 por 100.000 habitantes; a taxa de mortalidade de 0,06 por 100.000 habitantes e a letalidade de 0,09% nos 11 anos de investigação. Observou-se que a melhoria da qualidade do banco de dados por meio da completitude pode impactar positivamente as ações de saúde pública reduzindo a incidência e o número de mortes. Ao se avaliar o perfil epidemiológico das DTA no período de 11 anos, foi observado que o país ainda enfrenta problemas no controle dessas doenças em todo o seu território. São várias as dificuldades em relação à vigilância dos surtos de DTA, seja devido à complexidade do quadro clinico dos pacientes e a demora para o diagnóstico, dificuldade de acesso aos serviços de saúde pela população, pela multiplicidade de agentes etiológicos e a falta de conhecimento sobre o alimento envolvido no surto.
Abstract: Foodborne diseases (FBD) occurs when one or more people experience similar symptoms after ingestion of contaminated food or water. Despite increasing awareness, epidemiological data remain scarce. Precise information about FBD can adequately inform policy-makers and help to allocate appropriate resources for food safety control. The data quality for the FBD Epidemiological Surveillance System (VE-DTA) is fundamental so it need to present good performance. Completeness monitoring is a valuable tool to verify that data is being properly filled. The quality of the systems is important for the knowledge of the epidemiological panorama and directing actions in health. This study aimed to evaluate the national data of FBD from 2007 to 2017 in Brazil. In the first moment, the VE-DTA data quality evaluation was performed through the completeness. Next, the epidemiological panorama of brazilian FBD was evaluated. The completeness assessment was performed with data from the years 2007 to 2016 by quantifying ignored, incomplete or blank answers. The percentage of completeness was evaluated in relation to the total number of registered notifications. The overall completeness percentages of the database and the completeness levels according to the degree of recommendation of completion of each variable (mandatory, essential, and complementary) by the VE-DTA manual. The epidemiological evaluation was carried out with data from 2007 to 2017 and was evaluated the characteristics of the FBD, such as food involved, the location of ingestion, the total time to the outcome investigation, microorganism involved and deaths. We also calculated the global incidence, mortality and lethality rates of the country. All data were analyzed in SPSS® software version 22.0. Between 2007 and 2016, according to the completeness classification, the database presented general classification as Category 1 since it had 82.1% (n = 5.777) of variables with the level of completion up to 75.1%. We observed that 8.6% of the database was classified as Category 2, with variables between 50.1 and 75%; 9.2% as Category 3 (completeness between 25.1% and 50%) and 0.1% as Category 4 (completeness below 25%). Completeness was also assessed by the level of VE-DTA recommendation, it was observed that variables of mandatory completion were more complete than the variables of essential or complementary filling. The epidemiological evaluation of FBD between 2007 and 2017 showed that were 7630 FBD outbreaks in the VE-DTA. Of the registered reports, a total of 134,046 individuals were sick with FBD; 19,394 were hospitalized, and they registered 127 deaths. We found a coefficient of incidence of FBD of 67.57 per 100,000 inhabitants; mortality coefficient of 0.06 per 100,000 inhabitants and lethality 0.09% over the 11 years of investigation. Improvement on database quality through completeness can positively impact public health actions by reducing the incidence and number of deaths. When assessing the epidemiological profile of FBD in a period of 11 years, it was observed that the country still faces problems in the control of these diseases throughout its territory. There are several difficulties in the surveillance of FBD outbreaks, due to the complexity of the clinical picture of patients and delay in diagnosis, difficulty in accessing health services by the population, multiplicity of etiologic agents and lack of knowledge about the food involved in the outbreak.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós Graduação em Nutrição Humana, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:NUT - Doutorado em Nutrição Humana (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34532/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.