Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/28355
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_AvalicaoEletrocardiograficaEquinos.pdf611,68 kBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação eletrocardiográfica de equinos após exercício de polo (baixo handicap)
Other Titles: Electrocardiographic evaluation of horses after polo exercise
Authors: Bello, Camila Alfaro de Oliveira
Dumont, Cinthia Beatriz da Silva
Souza, Thais Chiozzini de
Palma, Joana Marchesini
Lima, Eduardo Maurício Mendes de
Godoy, Roberta Ferro de
P. Neto, Glaucia B.
Moreira, Meryonne
Assunto:: Testes de função cardíaca
Eletrocardiografia veterinária
Esportes - aspectos fisiológicos
Equino
Issue Date: Dec-2012
Publisher: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Citation: BELLO, Camila A.O. et al. Avaliação eletrocardiográfica de equinos após exercício de polo (baixo handicap). Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 32, supl. 1, p. 47-52, dez. 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-736X2012001300010. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2012001300010&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 out. 2020.
Abstract: A eletrocardiografia pode ser usada para quantificar o treinamento e o desempenho atlético. Pode ainda avaliar a função cardíaca sob efeito do exercício identificando a influência de anomalias cardíacas, assim como os efeitos deletérios do esforço frente à função cardíaca. Considerando a complexidade do esforço físico inerente a cavalos em competições de polo, juntamente com a carência de relatos na literatura sobre a demanda cardíaca resultante. O objetivo deste estudo foi o de identificar e avaliar eletrocardiograficamente os efeitos cardíacos do exercício de polo em equinos de forma a subsidiar dados para a compreensão da demanda fisiológica cardíaca desta modalidade. Foram avaliados 27 equinos praticante de polo em repouso e entre cinco e dez minutos após o exercício. Os resultados obtidos demonstraram que as alterações observadas na duração e amplitude da onda P e duração do intervalo PR e QT foram consideradas fisiológicas em resposta ao aumento da frequência cardíaca. A onda P difásica encontrada em repouso representou hipertrofia atrial e quando bífida representou diferentes pontos de ativação do nó sinoatrial. Como esperado o complexo QRS não sofreu alterações consideráveis entre os dois momentos. O supradesnível do segmento ST e as variações da onda T observadas após o exercício poderiam representar efeito adverso ao miocárdio, entretanto estudos analisando múltiplos fatores são necessários para confirmar esta associação e definir sua real causa. O aumento do QTc sugeriu fadiga miocárdica leve representando alta demanda cardíaca para esta modalidade. O escore cardíaco demonstrou que estes animais estavam dentro do padrão de adaptação cardíaca para um cavalo atleta. A rápida recuperação cardíaca demonstrou bom condicionamento atlético. O marca-passo atrial mutável foi um achado normal encontrado nos equinos de polo. Foi observada baixa incidência de alterações no ritmo cardíaco.
Abstract: Electrocardiography can be used to quantify the training and athletic performance as well as evaluating the cardiac function under the effect of exercise identifying the influence of cardiac anomalies, and deleterious effects of stress ahead of heart function. Considering the complexity of the physical efforts inherent in polo ponies in competitions, together with the lack of reports in the literature, on the demand resulting for heart. The aim of this study was to identify and evaluate the cardiac effects of electrocardiographic exercise in polo horses in order to support data for understanding the physiological cardiac demand of this sport. We evaluated 27 equine practitioner polo at rest and between five and ten minutes after exercise. The results showed that the observed changes in the duration and P wave amplitude and duration of PR and QT interval were considered in physiological response to increased heart rate. The diphasic P wave found at rest and when atrial hypertrophy represented bifida represented different points of activation of the sinoatrial node. As expected, the QRS complex has not undergone major changes. The ST-segment elevation and T wave changes observed after exercise could pose adverse effects to the myocardium, but studies examining multiple factors are needed to confirm this association and define your actual question. The increase in QTc suggested fatigue mild myocardial represented high heart demand for this type of exercise. The heart score showed that these animals were within the pattern of cardiac adaptation to a horse athlete. The rapid recovery of HR showed good conditioning of these animals. The pacemaker migration was observed in most animals proven to be a normal finding horse athlete. We observed a low incidence of changes in cardiac rhythm.
Licença:: Pesquisa Veterinária Brasileira -(CC BY-NC) - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons. Fonte: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2012001300010&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 19 out. 2020.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2012001300010
Appears in Collections:FAV - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/28355/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.