Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/27287
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_PessoasDeficienciaMaior.pdf178,73 kBAdobe PDFView/Open
Title: Pessoas com deficiência : nossa maior minoria
Other Titles: People with disability : our larger minority
Authors: Santos, Wederson Rufino dos
Assunto:: Deficiência
Proteção social
Justiça social
Issue Date: 2008
Publisher: IMS-UERJ
Citation: SANTOS, Wederson Rufino dos. Pessoas com deficiência: nossa maior minoria. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 18, n. 3, p. 501-519, 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312008000300008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/physis/a/SDWpCmFGWGn69qtRhdqqGSy/?lang=pt#. Acesso em: 06 jun. 2022.
Abstract: Os estudos internacionais sobre deficiência são um campo consolidado nas ciências sociais, embora no Brasil seja incipiente e frágil. O conceito de deficiência diz respeito às restrições sociais impostas às pessoas que possuem variedade nas habilidades corporais. O objetivo deste artigo é analisar o debate sobre deficiência a partir de dois enfoques: 1) compreender a deficiência como uma manifestação da diversidade humana, partindo da análise do debate do modelo social da deficiência - uma corrente política e teórica que reconhece a deficiência como opressão sofrida pelas pessoas com lesões em ambientes sociais pouco adaptados às diversidades corporais; 2) demonstrar que a mudança na compreensão do corpo com deficiência como manifestação da diversidade corporal traz melhores instrumentos para o modo como a sociedade deve se organizar para promover justiça às pessoas com deficiência, promovendo a garantia dos direitos de cidadania dessas pessoas que representam 14,5% da população brasileira, segundo o último Censo de 2000.
Abstract: Although incipient in Brazil, international studies on disability are a consolidated field in social sciences. The concept of disability concerns issues of health or illness faced by people whose abilities are restricted by body impairments. This paper aims to analyze the debate on disability based on two approaches: 1) to understand disability as a manifestation of the human being diversity, analyzing the debate on the social model of disability - a political and theoretical trend that considers deficiency as oppression suffered by impaired people in social environments not adapted to corporal diversities; 2) to show that changes in the comprehension of the disabled body as manifestation of corporal diversity brings better tools to the way society must organize itself to promote justice for disabled people, thus ensuring citizenship rights for those 14.5% of the Brazilian population, according to the 2000 Census.
Licença:: Physis: Revista de Saúde Coletiva - This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License (CC BY NC). Fonte: https://www.scielo.br/j/physis/a/SDWpCmFGWGn69qtRhdqqGSy/?lang=pt#. Acesso em: 06 jun. 2022.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312008000300008
Appears in Collections:SER - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/27287/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.