Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/25687
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_ReflexoesConferenciaNacoes.pdf173,99 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorDöpcke, Wolfgangpt_BR
dc.date.accessioned2017-12-07T04:33:46Z-
dc.date.available2017-12-07T04:33:46Z-
dc.date.issued2001pt_BR
dc.identifier.citationDÖPCKE, Wolfgang. Reflexões sobre a Conferência das Nações Unidas contra o racismo, a intolerância racial, a xenofobia e a intolerância correlata. Revista Brasileira de Política Internacional, v. 44, n. 2, p. 26-45, 2001. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-73292001000200002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbpi/a/9jxMBhfbycvvqMLgyBNZ6YJ/?lang=pt#. Acesso em: 10 set. 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/25687-
dc.description.abstractEste artigo discute um dos tópicos mais polêmicos da recente Conferência das Nações Unidas contra o Racismo - a questão do pagamento de reparações para as vítimas do tráfico transatlântico de escravos - num contexto histórico amplo e profundo. Argumenta-se que a historiografia da escravidão e do tráfico apresenta um quadro complexo de envolvimento que não permite uma simples projeção de responsabilidade exclusiva nesta tragédia humana. Quando apresentado como mais um projeto de transferência de recursos dos países ocidentais para a África, a reivindicação de pagamentos de reparações está apresentada como problemática e pouco viável. Quando se trata como um aspecto de políticas publicas de combater a discriminação da população negra em países multietnicos, é considerada mais justificável e promissora.pt_BR
dc.language.isoptpt_BR
dc.publisherInstituto Brasileiro de Relações Internacionaispt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleReflexões sobre a Conferência das Nações Unidas contra o racismo, a intolerância racial, a xenofobia e a intolerância correlatapt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.subject.keywordEscravos - tráficopt_BR
dc.subject.keywordEscravidãopt_BR
dc.subject.keywordRacismopt_BR
dc.rights.licenseRevista Brasileira de Política Internacional - This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License (CC BY NC). Fonte: https://www.scielo.br/j/rbpi/a/9jxMBhfbycvvqMLgyBNZ6YJ/?lang=pt#. Acesso em: 10 set. 2021.-
dc.identifier.doihttps://dx.doi.org/10.1590/S0034-73292001000200002pt_BR
dc.description.abstract1This article discusses - from a historiografic perspective - one of the most controversal themes of the recent United Nations Conference on Racism: the question of reparations for the victims of the transatlantic slave trade. It is argued that the historiografic debate does not allow for a simple projetion of responsibility in this immense human tragedy. As far as reparations are presented as a project to transfer resources to the African continent it is considered as being very problematic and less justifiable, whereas as a measure to combat racism in multi-ethnic societies it could be more appropriate.-
Appears in Collections:HIS - Artigos publicados em periódicos

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/25687/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.