Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22701
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_FilipedeAndradeVazParente.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCatalão, Vera Margarida Lessa-
dc.contributor.authorParente, Filipe de Andrade Vaz-
dc.date.accessioned2017-02-21T15:24:03Z-
dc.date.available2017-02-21T15:24:03Z-
dc.date.issued2017-02-21-
dc.date.submitted2016-02-18-
dc.identifier.citationPARENTE, Felipe de Andrade Vaz. A aldeia multiétnica: no espaço-tempo da interculturalidade. 2016. 122 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/22701-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2016.en
dc.description.abstractEsta dissertação consiste em processo de investigação, estudo e pesquisa sobre a interculturalidade e sua relação com a aprendizagem. Trata-se de um estudo de caso, com viés qualitativo e etnográfico cujos referenciais teóricos são: a teoria da complexidade, o diálogo e a ecologia de saberes, a escuta sensível, a interculturalidade e a ecopedagogia. O principal objetivo é compreender como ocorrem as relações de aprendizagem e a formação humana do sujeito num contexto multiétnico, sob a luz da ecologia humana. Para tanto, em 2014 e 2015, realizou-se observação participante e confeccionou-se diário de campo, bem como se realizaram entrevistas na Aldeia Multiétnica (projeto/espaço criado no âmbito do Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, em São Jorge - Goiás). Com base no referencial teórico e na pesquisa de campo, emergiram as seguintes categorias de análise e interpretação: 1) Interculturalidade interna e externa; 2) Tensão interétnica e intercultural; 3) Diálogo de saberes; 4) Visibilidade cultural e 5) Mercantilização da cultura. Pode-se afirmar que essas categorias contribuem para a problematização e compreensão de como ocorrem as interações e relações de troca e aprendizagem num contexto multiétnico.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleA aldeia multiétnica : no espaço-tempo da interculturalidadeen
dc.title.alternativeThe multiethnic village : in the space-time of interculturalityen
dc.typeDissertaçãoen
dc.subject.keywordInterculturalidadeen
dc.subject.keywordEcologia humana - educaçãoen
dc.subject.keywordAprendizagem - avaliaçãoen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.26512/2016.02.D.22701-
dc.description.abstract1This dissertation consists of an investigation, study and research process on interculturality and its relationship with learning. It is a case study with qualitative and ethnographic bias whose theoretical frameworks are: complexity theory, dialogue and ecology of knowledge, sensitive listening, interculturality and ecopedagogy. The main objective is to understand how occur the relations of learning and human formation of individuals in a multiethnic context, in the light of human ecology. To this end, in 2014 and 2015, there was participant observation and a field diary was elaborated as well as interviews were conducted in Multiethnic Village (a project/ space created under the Meeting of Traditional Cultures of Chapada dos Veadeiros in Vila de São Jorge – State of Goiás). Based on theoretical and field research, emerged the following categories of analysis and interpretation: 1) internal and external interculturality; 2) interethnic and intercultural tension; 3) dialogue of knowledge; 4) cultural visibility 5) commodification of culture. It can be said that these categories contribute to the questioning and understanding of how interactions and relations of exchange and learning take place in a multi-ethnic context.en
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22701/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.