Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19097
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_LeonardoDonizetteMendes.pdf947,16 kBAdobe PDFView/Open
Title: Maturação fisiológica em amaranto (Amaranthus cruentus L.)
Authors: Mendes, Leonardo Donizette
Orientador(es):: Souza, Nara Oliveira Silva
Coorientador(es):: Spehar, Carlos Roberto
Assunto:: Amaranto - cultivo
Issue Date: 7-Jan-2016
Citation: MENDES, Leonardo Donizette. Maturação fisiológica em amaranto (Amaranthus cruentus L.). 2014. xii, 45 f., il. Dissertação (Mestrado em Agronomia )—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O estudo da maturação fisiológica em sementes apresenta grande importância para uma cultura agrícola, pois auxilia na definição da época de colheita das sementes da espécie. Este trabalho teve por objetivo definir o ponto de maturação fisiológica em sementes de amaranto (Amaranthus cruentus L.). Foram utilizadas sementes da cultivar BRS Alegria. As coletas foram realizadas aos 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 e 56 dias após a antese. Em cada coleta, foram colhidas quatro panículas e colocadas em sacos de papel para secagem até atingirem, aproximadamente, 11% de teor de água. Posteriormente, procedeu-se à debulha manual das sementes. As características avaliadas foram: biometria – largura (LA), comprimento (CP) e espessura (ES); peso de 100 sementes (PC); teor de água (TA); germinação; índice de velocidade de germinação (IVG); matéria seca (MS); envelhecimento acelerado (EA); condutividade elétrica (CE) e emergência de plântulas em campo (EC). O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Foi realizada também análise de regressão polinomial, em função das épocas de coleta, nos quais foram testados os modelos linear, quadrático e cúbico. Com relação às características biométricas, observa-se que os maiores valores para LA, CP e ES ocorreram, respectivamente, com 35, 28 e 21 dias. Para as características PC, GN, IVG e EA observou-se valores máximos após 21 dias após antese. Verificou-se que após 21 dias o teor de água das sementes reduziu-se significativamente. O maior resultado para MS foi observado somente com 49 dias após antese e aos 28 dias após antese para EC. Os valores de CE foram menores com 14 dias após antese. Conclui-se que o ponto de maturação nas sementes de amaranto ocorre entre 21 a 28 dias após a antese, ou seja, que neste ponto, tem-se máxima germinação, máximo vigor e mínimo em deterioração. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The study of physiological maturation in seeds is quite important for a crop, as it assists in defining the point of harvest of a species. This study aimed to define the physiological maturation of amaranth seeds (Amaranthus cruentus L.), cv. BRS Alegria. Seed samples collected were made at 7, 14, 21, 28, 35, 42, 49 and 56 days after anthesis. At each sampling, four panicles were harvested and placed in paper bags to dry at 11 % moisture and subsequently threshed. The following characteristics were evaluated: width (WI), length (LE) and thickness (TH), one hundred seed weight (HW), water content (WC), germination (GN), germination speed index (GSI); matter dried (DM); accelerated aging (AA), electrical conductivity (EC) and field emergence (FE). The experimental design was completely randomized, and means compared by Tukey test at 5 % probability. Polynomial regression analysis was also performed, for the sampling times, in which the linear, quadratic and cubic models were tested. It was observed that the highest values for WI , LE and TH were respectively 35, 28 and 21 days. For HW, GN, AA and GSI characteristics observed maximum values between 21 and 28 days after anthesis. It was found that after 21 days the seed moisture content was significantly reduced. The best result for DM was observed only at 49 days after anthesis and FE 28 days after anthesis. The EC values were lower at 14 days after anthesis. It is concluded that maturation in amaranth seeds is situated around 21, 28 days after anthesis, i.e. , that at this point, seeds have maximum germination and vigor and minimum deterioration.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19097/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.