Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/1874
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_Milene Takasago.pdf554,59 kBAdobe PDFView/Open
Title: Análise das potencialidades do setor de turismo na economia brasileira : uma aplicação de modelo de equilíbrio geral computável
Authors: Takasago, Milene
Orientador(es):: Ellery Junior, Roberto de Goes
Assunto:: Turismo - aspectos econômicos
Demanda turística
Renda - distribuição
Issue Date: 6-Oct-2009
Citation: TAKASAGO, Milene. Análise das potencialidades do setor de turismo na economia brasileira: uma aplicação de modelo de equilíbrio geral computável. 2006. 110 f. Tese (Doutorado em Economia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2006.
Abstract: O setor de turismo vem apresentando um crescente desempenho econômico, em termos mundiais, segundo a Organização Mundial do Turismo −WTO (2004). Devido a essa crescente importância do setor, procurou−se investigar, neste trabalho, através de um modelo de equilíbrio geral computável, os impactos de um aumento na demanda doméstica turística sobre a concentração de renda e pobreza no Brasil. Para isso, simularam−se políticas de forma a estimular a demanda doméstica por turismo, por meio de política de redução nos impostos sobre esse setor e de políticas que aumentassem de maneira exógena a demanda doméstica por turismo. As principais conclusões são: a redução no imposto sobre os subsetores do turismo aumenta o consumo por turismo, o PIB, os salários reais e a renda real, porém não resolve o problema de concentração de renda e pobreza. O aumento exógeno na demanda doméstica aumenta o consumo não turístico em todos os cenários, para as três faixas de renda mais pobres, bene.ciando−as. Esse benefício é percebível ainda no aumento provocado no salário real para todas as faixas. Assim, observou−se que o setor de turismo pode contribuir para diminuir a desigualdade de renda, pois o aumento exógeno da demanda doméstica por turismo promoveu a distribuição de renda dos mais ricos, por meio do estímulo ao consumo por bens turísticos, para os mais pobres através, de um aumento na renda real. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The tourism sector has been showing increasing economic performance worldwide, according to theWorld TourismOrganization (WTO . 2004). By using a Computable General Equilibrium Model, this paper investigates the impact of a rise in the domestic demand for tourism on the income and the welfare of poor families. We simulate a .scal policy that reduces taxes on the tourism sector and analyze its e⁄ects on the domestic demand for tourism as well as policies that raise this demand exogenously. We .nd that the tax reduction on tourism subsectors increases overall tourism consumption, GDP, real wages and real income, but it does not solve the income inequality problem. In all scenarios, the exogenous rise in domestic demand increases non−tourism consumption for the three lowest income levels. It also increases real wages for all income levels. Since in our model an exogenous rise in the domestic demand for tourism increases the consumption of tourism goods by the rich and the real income of the poor, we conjecture that policies aimed at promoting domestic tourism may reduce income inequality.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006.
Appears in Collections:ECO - Doutorado em Economia (Teses)
Teses defendidas na UnB

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1874/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.