Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17469
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_DanieleMartinsVitoria.pdf4,94 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação do impacto do treinamento no trabalho
Authors: Vitoria, Daniele Martins
Orientador(es):: Abbad, Gardênia da Silva
Assunto:: Avaliação de treinamento
Treinamento - avaliação
Trabalho - aspectos psicológicos
Issue Date: 30-Dec-2014
Citation: VITORIA, Daniele Martins. Avaliação do impacto do treinamento no trabalho. 2014. 211 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Esta pesquisa teve como principal objetivo testar dois modelos de avaliação da efetividade de treinamento com Impacto do Treinamento no Trabalho, medido em amplitude e em profundidade, como variáveis critério e Suporte à Transferência e Características da Clientela como variáveis antecedentes. A pesquisa foi realizada junto a participantes de dois treinamentos denominados “Gestão de Carteiras e Abordagens Negociais” para gerentes pessoa física (Gecan-PF) e para gerentes de pessoa jurídica (Gecan-PJ), ofertados por um banco brasileiro de grande porte e abrangência nacional. O estudo foi dividido em quatro etapas: 1) Construção da Escala de Impacto de Treinamento em profundidade para avaliação pelos egressos e seus chefes; 2) Adaptação das escalas de Impacto do Treinamento no Trabalho em amplitude para avaliação dos egressos e seus chefes, Escala de Suporte à Transferência e Características da Clientela para avaliação dos egressos; 3) Buscas de evidência de validade estatística das escalas; e 4) investigação do relacionamento entre as variáveis. Na coleta de dados, a amostra da pesquisa foi de conveniência, selecionada aleatoriamente entre os participantes dos treinamentos e respectivos chefes, de modo que cada chefe fosse heteroavaliador de apenas um participante do treinamento. Foram enviados 3.071 questionários aos egressos do curso GECAN PF (retorno de 58,7%, n = 1803) e 1.787 aos egressos do curso GECAN PJ (retorno 51,9%, n= 928). O índice de retorno dos questionários de avaliação respondidos pelos chefes dos egressos foi de 70,6% (GECAN PF) e 76,9% (GECAN PJ). As respostas dos participantes dos dois cursos e respectivos chefes aos três questionários foram submetidas a análises exploratórias, de componentes principais, fatorial e de consistência interna. Os resultados revelaram que as escalas obtidas apresentaram índices psicométricos satisfatórios As respostas numéricas dos egressos às escalas e aos itens de dados pessoais foram submetidas a análises de regressão múltipla padrão com impacto do treinamento no trabalho em amplitude e profundidade como variáveis critério. Além disso, foram calculadas correlações bivariadas entre as auto e heteroavaliações de impacto. Com o propósito de testar modelos empíricos, as médias dos fatores das escalas, transformadas em variáveis, foram submetidas a análises de regressão múltipla padrão. As variáveis antecedentes explicaram juntas 66,6% (GECAN PF) e 67,0% (GECAN PJ) da variabilidade de Impacto do Treinamento (em profundidade); e 60,2% (GECAN PF) e 60,3% (GECAN PJ) da variabilidade de Impacto do Treinamento no Trabalho (em amplitude). Os resultados da pesquisa corroboraram achados de outros estudos tendo o Suporte à Transferência como variável preditiva tanto de impacto em profundidade (Sr² = 0,127 e Sr²=0,301 nos cursos GECAN PF e GECAN PJ respectivamente) quanto de impacto em amplitude (Sr²= 0,127 e Sr²=0,301 nos cursos GECAN PF e GECAN PJ respectivamente). Quanto às características da clientela, a percepção de aquisição das novas competências apresentou bom poder preditivo de Impacto em amplitude (Sr²= 0,216 e Sr²=0,147 nos cursos GECAN PF e GECAN PJ respectivamente) e também de Impacto em profundidade (Sr²= 0,215 e Sr²=0,192 nos cursos GECAN PF e GECAN PJ respectivamente).
Abstract: This research aimed to test two models of training effectiveness measured as Impact of training in width and Impact of training in depth, as criterion variables and Transfer Support, Needs and Use of Training and Demographic and Functional as antecents variables. The research was realized with trainess from two courses called: “Gestão de Carteiras e Abordagens Negociais Pessoa Física e Jurídica” whom occupied managerial positions in the organization offered by a large Brazilian bank with national coverage. This study was divided in four steps: (1) development of measures of impact of training in depth for evaluation of the trainees and their bosses; (2) adaptation of measures of Impact of training in width for evaluation of the trainees and their bosses and transfer support of training and characteristics of the training participants both for evaluation of the trainess; 3) validation of all measures; and 4 ) investigation of the relationship between all variables. Data collection used a sample of convenience and chose the employees that had stayed with the same boss before and after the course, and the boss could had evaluated only one employee. Were sent 3071 questionnaires for trainees of the course GECAN PF (rate of return of 58,7%, n=1803) 1.787 for trainees of the course GECAN PJ (rate of return of 51,9%, n =928). The rate return of the bosses was of 70,6%(GECAN PF) and 76,9%(GECAN PJ). The answers of the employees and their bosses in the two samples underwent exploratory analysis, principal components analysis, factor and internal consistency analysis. Results revealed that the scales extracted had satisfactory psychometric indices. In order to test empirical models, the means of the factors of the scales, transformed into variables, were submitted to standard multiple regression analysis. Thus was calculated bivariate correlations between self-evaluations and bosses’ evaluations of impact of training in depth and in width. Together the predictor variables of the General Research Model explained a significant portion 66,6% (GECAN PF) and 67,0% (GECAN PJ) of variability of Impact of Training in Depth; and 60,2% (GECAN PF) and 60,3% (GECAN PJ) of the Impact of Training in Width. The results of this research corroborate the results of others researches that founded too the Transfer Support as good predictor of Impact of Training in width (Sr² ≅ 0,317 in both courses) and Impac of Training in Depth. (Sr²= 0,127 e Sr²=0,301 in the courses GECAN PF and GECAN PJ respectively). Characteristics of the trainees’ and perception of acquisition of new skills showed good predictive power of Training Impact in Width (Sr² = 0.216 and Sr²= 0.147 on the courses GECAN PF and GECAN PJ respectively) and also the Impact of Training in Depth (Sr² = 0.215 and Sr² = 0.192 in courses GECAN PF and GECAN PJ respectively).
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2014.10.D.17469
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17469/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.