Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/16857
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_MaraBaroni.pdf939,87 kBAdobe PDFView/Open
Title: Sexo virtual : nova modalidade de gozo ou gozo "do mesmo" com nova roupagem?: um olhar psicanalítico do sujeito na contemporaneidade
Authors: Baroni, Mara
Orientador(es):: Chatelard, Daniela Scheinkman
Assunto:: Capitalismo
Gadgets
Sociedade do espetáculo
Sexo virtual
Prazer
Sexo (Psicologia)
Issue Date: 13-Nov-2014
Citation: BARONI, Mara. Sexo virtual: nova modalidade de gozo ou gozo "do mesmo" com nova roupagem?: um olhar psicanalítico do sujeito na contemporaneidade. 2014. x, 154 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O presente trabalho pretende analisar o sujeito na contemporaneidade, bem como a utilização da internet e dos gadgets como mediadores do sexo virtual. Essa nova modalidade de gozo, ou o gozo “do mesmo”, ou seja, um gozo voltado para autoerotismo com uma nova roupagem, é uma proposta inovadora, mas que já provoca mudanças na subjetividade dos sujeitos. A cultura, que vem sofrendo transformações ao longo do tempo, é determinante. O enfraquecimento da figura paterna e da religião, e as conquistas sociais e sexuais das mulheres, contribuíram para uma nova forma de atuação dos sujeitos. Na era da informação e da globalização, a produção de objetos produzidos pela tecnociência atinge os sujeitos através do Discurso do Capitalista, com a promessa de satisfação e gozo pleno. Em uma sociedade narcísica, voltada para o espetáculo e que valoriza demasiadamente os objetos de consumo, ter visibilidade no palco da cena social é um traço marcante do sujeito contemporâneo, que busca consumir o objeto,anulando a divisão subjetiva que é fonte do seu desejo. A busca por prazer sexual, o qual é mediado pelas máquinas, é uma modalidade de gozo que insiste em fazer a relação sexual existir. O objetivo deste trabalho é abordar, através da psicanálise, como o Discurso do Capitalista e a produção dos gadgets pela tecnociência, aliados à exploração constante das imagens no âmbito público e privado, apontam para as novas modalidades de gozo do sujeito na contemporaneidade. O presente trabalho é teórico e a metodologia utilizada foi a de pesquisa bibliográfica através de obras, artigos e sites. O sujeito contemporâneo, que ainda está se delineando para nós, pesquisadores que estamos ao mesmo tempo analisando e vivenciado todas as transformações, é um sujeito que por meio do consumo e das novas tecnologias tem buscado o apoio simbólico para a sua falta-ser e demandas pulsionais. A tecnociência está ocupando um espaço simbólico que na contemporaneidade está vazio. ____________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present work intends on analyzing the contemporary subject, as well as the use of theinternet and gadgets as mediators of virtual sex. This new kind of jouissance, or the jouissanceof “the self”, that is, a jouissance focused on autoeroticism with a new appearance, is aninnovative proposition, which is already responsible for changes provoked in the subjectivityof the subjects. The culture, which has been suffering transformations over time, is determinant.The weakening effect observed on the father’s figure and religion, as well as the social andsexual achievements of women, have contributed to a new way of action for the subject. In thetimes of information and globalization, the production of objects by technoscience reachessubjects through The Capitalist Discourse, that sells a promise of complete satisfaction andfulfillment. In a narcissistic society, which focuses on the spectacle and values unduly theobjects of consumption, having a spot on the social stage becomes a key feature of thecontemporary subject, which aims at object consumption, while annulling the subjectivesegmentation that consists on the source of desire. The search for sexual pleasure mediated bymachines is a type of jouissance that insists on making the sexual relation exist. The main goalhere is to approach through psychoanalysis how the Capitalist Discourse, as well as theproduction of gadgets by technoscience allied to the constant exploitation of images both inpublic and private scope, bring to light the new modalities of jouissance of the contemporarysubject. The present work is theory-based, using as methodology bibliographic research mainlythrough academic work, articles and websites. The contemporary subject, who is still outlininghimself to us, researchers, that are not only analyzing, but also experiencing all thesetransformations, is a subject that has been searching for symbolic support for his lack of beingand instinctual demands through consumption and new technologies. Technoscience has beentaking up a symbolic space that was still empty in the contemporaneity.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16857/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.